Solwatt potencia a eficiência energética da BA Vidro

O modelo de gestão de energia Solwatt é aplicado em numerosas instalações Solvay. Agora, está também ao serviço da eficiência energética da BA Vidro, um cliente vidreiro de referência na Europa.

  BA Vidro Click to enlarge

A Solvay celebrou um contrato externo de gestão de energia, que designa por Solwatt EPC, com a BA Vidro, em resultado da abordagem de serviço ao cliente adoptada pela sua GBU Carbonato de Sódio e Derivados, que associou à relação comercial baseada no produto o valor acrescentado adicional que os serviços de gestão de energia da Solvay podem proporcionar.

O grupo português BA Vidro produz embalagens para as indústrias de alimentação e bebidas. Tem a Solvay Soda Ash & Derivatives(SA&D) como fornecedor preferencial desde há longos anos e a sua actividade é intensiva no consumo de energia.

Graças ao bom conhecimento mútuo e à relação construída no decurso do tempo, a SA&D explorou a oportunidade de apresentar a Solvay Energy Services (SES) ao cliente, no intuito de lhe proporcionar também os serviços Solwatt, o sistema de gestão de energia do Grupo. “Através desta abordagem, tivemos a possibilidade de dialogar directamente com o nível de decisão apropriado da BA Vidro -explica Pascal Guérin, gestor da conta BA Vidro na SES – e beneficiámos da muito boa reputação que a Solvay tem na companhia ”.

A partir do estabelecimento da parceria, os especialistas da Solvay Energy Services começaram a desenvolver as acções Solwatt validadas pela fábrica BA na Marinha Grande e os ganhos a gerar com as poupanças conseguidas serão repartidos entre as duas empresas.

A primeira fase do Solwatt decorreu em finais de 2015: foram geradas ideias tendentes a identificar as poupanças de energia, ideias que se encontram em processo de selecção e validação, dependendo do investimento que os projectos requeiram e do tempo necessário à obtenção de ganhos. A segunda fase, já com o desdobramento do sistema e os indicadores de desempenho, arrancou em Maio último.

António Mieiro, Head ofSalesCarbonato de Sódio para a região ibérica e um dos protagonistas na abordagem ao cliente, comenta esta iniciativa: “O trabalho conjunto entre duas GBU do Grupo resultou num sucesso assinalável, que desejamos replicar, por dois motivos essenciais. Primeiro, porque temos mantido uma relação de proximidade e confiança com a BA Vidro, como, de resto, fazemos com os demais clientes ibéricos; depois, porque a mais-valia que o Solwatt pode representar para a eficiência energética de uma indústria grande consumidora constitui um factor económico de sustentabilidade muito significativo”.