Solvay reflecte sobre a sua cultura

Na mitologia grega, o vento oeste, associado ao deus Zefir, anunciava-se como brisa portadora de fertilidade e boa-ventura, ajudando as pessoas a realizarem plenamente o seu destino. Esta lenda inspira a reflexão que o grupo Solvay está a conduzir a respeito da sua cultura.

Foto PurposeClick to enlarge
O desafio lançado pela nova CEO, Ilham Kadri, convida os mais de 24 500 colaboradores do Grupo repartidos pelo mundo a reinventarem, de forma criativa, o propósito da empresa.

A Solvay mudou, transformou profundamente a sua carteira de actividades e metade dos seus colaboradores actuais foram admitidos há menos de sete anos. Importa saber – através de inquérito e sessões de escuta em grupo, sem tabus – o que pensam da identidade do Grupo e da sua razão de existência, e como percebem o olhar de fora, dos clientes, da comunidade.

É uma visita colectiva ao legado, aos negócios, aos talentos e aos comportamentos colocando tudo em perspectiva, para redescobrir a “alma” da Solvay, libertar o seu potencial e definir um propósito estimulante, uma ambição de futuro ao serviço da humanidade.